sábado, 12 de março de 2011

Vidraças Entreabertas

Pratarias inteiras quebradas
Transformam, transmutam trágicas,
Todo tratamento catastrófico.

Vidraças entreabertas descobrem
Entreolhares, entre lugares transportam
A expressão trêmula de frio.

Triunfos e glórias de outrora
Subtraídos pela trama pragmática.
- O artista, trépido, entregua-se as traças -.

Sozinho - somente a sombra a lhe saltar a vista
Saudoso - Escuta os sinos soarem às seis da tarde
Submisso - Tece à morte seus versos de suicídio...
                                                       (Rafael de Oliveira)

Um comentário: